Área restrita para assinante do CLUBE CORREIO FRATERNO.



  • Narrow screen resolution
  • Wide screen resolution
  • Auto width resolution
Assinante do CLUBE

Assinaturas

assine_correio

Enquete

Você assina algum jornal ou revista espíritas?
 

Saiu no Correio


selo correio 50

 

Espaço do Leitor


Saiba
aqui como publicar seus textos no Correio Fraterno

 

Livro de Visitas

 

livro-de-visitas

Passatempo

Confira as respostas do  passatempo do jornal

Newsletter

Cadastre-se e receba as principais notícias

Campanha SORRIA

sorria_e_compartilhe_alegria

Home Nossas Seções Arte em versos A criação divina
A criação divina PDF Imprimir E-mail
Escrito por Castro Alves (por Jorge Rizzini)   

E disse Deus no infinito:

“- Que se faça o firmamento...”

E o Pai condensou aos poucos

O Seu próprio pensamento.

E a Santa Sabedoria

Deu início à sinfonia!

Fez o Espaço e a Energia,

A Matéria e o Movimento!

E disse Deus, satisfeito:

“- Que nos espaços profundos

Surjam infinitos mundos!”

E os contínuos turbilhões,

A explodir no Espaço infindo,

Geraram astros fulgentes

De cores surpreendentes...

Galáxias! Constelações!

Estava feito o Universo

- Condensação da Vontade!

Infinito, eterno, puro,

Como é a Divindade!

E nele estava presente

O Princípio Inteligente,

- E a Vida, em fase latente,

Esperava atividade!

E esse Princípio ativo,

Com o fluido universal,

Gera o simples vegetal!

- E a Vida acorda nos mundos!

E diz Deus onipresente

Ao princípio da matéria:

“ – Evoluir! És bactéria

No charco e mares profundos!”

E o ser unicelular,

Desenvolve seu psiquismo:

Multiplica suas células,

Fragmenta-se – transformismo!

E nos ambientes vários,

Já não são protozoários,

São ativos operários,

Com diferente organismo!

E o Princípio Inteligente

Com a Lei da Reencarnação,

Vai sofrendo mutação

Nos vários corpos que agita!

Cresce nas águas, no solo;

Evolui nos campos, erra;

É animal feroz na guerra,

Sofre, geme, chora e grita!

E chega o grande momento...

Vai espantar-se a Criação!

Deus proclama em muitos mundos:

“- Agora a humanização!”

E a Santa Lei Paterna,

Que ao Universo governa,

Gera o Homem da Caverna,

- Ilumina-se a Razão!

Humanidades se espalham

Nos mundos já de granito,

Marcha o Homem pro Infinito,

Como quer o Criador!

Desenvolve o raciocínio,

Adquire conhecimento,

Vence a treva, o raio, o vento,

A neve, o mar, o calor!

Mas, a criação não pára...

Vão nascer os novos mundos!

Rubros sóis geram planetas,

Pequenos, grandes, rotundos!

E a Terra – que é um estilhaço!

Surge e dança pelo Espaço,

Já trazendo no regaço,

Da Vida os germes fecundos!

E com a Lei da Evolução,

Ganha o Globo o Ser Humano!

Desde logo é soberano,

Na planície, rios, serra...

Vai passando o fio do Tempo...

E o Homem, já milenar,

Inda é bruto – e a guerrear,

Lava em sangue toda a Terra!

Povo escravo não tem pausa

No trabalho à luz do archote;

E monumentos, impérios,

São erguidos com o chicote!

Cresce a cultura imortal,

Mas pouco avança a Moral,

- E da Lei, o pedestal

É a forca, a cruz, o garrote!

Mas diz Deus onisciente

A um de seus Assessores:

“- Ouço da Terra os clamores!

Geme meu povo na cruz!

Desce, Cristo, ao escuro mundo,

E prega a Fraternidade,

A Verdade e a Caridade!

E inunda a Terra de luz!”

E a Luz espancou as trevas

Para que o Homem não peque;

Depois, reencarna Kardec!

- E o Globo vê nova luz!

E o gigante com a Ciência

Descobre e analisa o Espírito,

Interpreta o perispírito,

- E complementa Jesus!

Todas as Leis então ocultas

São dadas à Humanidade!

Disssolvem-se antigos dogmas

À luz da Mediunidade!

E o Homem, que vivia aflito,

Na matéria circunscrito,

Hoje fala com o Infinito,

Tem nas mãos toda a Verdade!


O Universo é pensamento

Condensado – é vibração!

Mas o Espírito já puro,

Foge à humana concepção!

Vê o átomo e a energia!

De Deus – a Sabedoria!

O Amor que Ele irradia!

- E tem do Pai a visão!

Por isso, ó homens da Terra,

Piedade com os ateus,

Como teve Jesus Cristo

Com os antigos fariseus!

Sede bons, tende Humildade,

Praticai a Caridade,

E aqui, na Imortalidade,

Vereis a face de Deus!

Espírito Castro Alves

Médium: Jorge Rizzini

 

Conheça os livros da editora

correio fraterno 

 

carrinho

LANÇAMENTO

tem espiritos escuro
 

A esperta Laurinha pergunta sem medo sobre os temas espíritas em mais uma nova série de histórias bem-humoradas que também ensinam além de fazer rir.  

 

Autora: Tatiana Benites
ISBN: 978-85-98563-94-7
14 X 21 cm - 104 páginas 

 

Por: R$ 20,90

LANÇAMENTO

saude e vida
 

 Num minucioso estudo, o neurocirurgião explica  que a doença é consequência de uma luta emocional contínua, entre o querer, o poder e o dever.

 

 Autor: David Monducci

ISBN: 978-85-98563-92-3
14 X 21 cm - 384 páginas 

 

Por:R$ 35,91