Área restrita para assinante do CLUBE CORREIO FRATERNO.



  • Narrow screen resolution
  • Wide screen resolution
  • Auto width resolution
Assinante do CLUBE

Assinaturas

assine_correio

Enquete

Você assina algum jornal ou revista espíritas?
 

Saiu no Correio


selo-50anos

 

Espaço do Leitor


Saiba
aqui como publicar seus textos no Correio Fraterno

 

Livro de Visitas

 

livro-de-visitas

Passatempo

Confira as respostas do  passatempo do jornal

Newsletter

Cadastre-se e receba as principais notícias

Campanha SORRIA

sorria_e_compartilhe_alegria

Home Nossas Seções Allan Kardec 206 anos de Kardec
206 anos de Kardec PDF Imprimir E-mail
Escrito por J. Herculano Pires   

Quem foi Allan Kardec

aallan_kardec_en_busca_espiritus1

Allan Kardec nasceu a 18 de abril de 1857. Sua certidão de nascimento não foi passada em cartório, mas impressa nas oficinas do editor Didier e exposta ao público na sua livraria.

Cada cidadão que adiquiria um volume da nova obra [O Livro dos Espíritos], tomava conhecimento da existência de um novo escritor, que surgia do longínquo passado gaulês: o sacerdote druida Allan Kardec, então reintegrado na vida moderna da antiga e misteriosa pátria.

Mas reintegrado como, de que maneira? Através da reencarnação, na pessoa do professor Denizard Hippolyte León Rivail, que por sua vez nascera em Lyon, às 19 horas do dia 3 de outubro de 1804, à Rua Sala, 76, filho de Jean Baptiste-Antoine Rivail, juiz, e sua esposa Jeanne Duhamel.

Entre o nascimento de Denizard e o de Allan Kardec há meio século de distância. Não obstante, são ambos o mesmo espírito, a mesma criatura de Deus, a serviço dos homens na Terra. Duas pessoas distintas, num único espírito verdadeiro. Semelhante ao mistério da Trindade, mas explicável pela reencarnação e democratizado pelo espiritismo.

Hoje sabemos, graças ao conhecimento da lei das vidas sucessivas, que um mesmo espírito desempenha o papel de várias pessoas, no plano existencial, no processo natural do seu desenvolvimento, da sua evolução. Kardec é a primeira prova e a primeira confissão pública, universal, dessa verdade tantas vezes revelada e tantas vezes negligenciada pela Humanidade.

O fenômeno Allan Kardec assustou o mundo, em meados do século XIX. (...) Dez anos antes, ocorrera nos Estados Unidos o episódio mediúnico das irmãs Fox. A América mandara sua mensagem à Europa, através das mesas-girantes.

Mas a Europa rira da ingenuidade americana e transformara as famosas mesinhas em passatempo das altas rodas. Agora, o pensamento francês se apossava do segredo das mesas-girantes e decifrava a mensagem secreta. Fora necessária a reencarnação de um druida, para que a orgulhosa Europa pudesse compreender a mensagem da América nascente.

O susto em 1857 provocou reações em todo o mudo. Mas Allan Kardec assumira a direção do movimento espírita. A velha Europa sancionava a revelação da jovem América. As profecias ingênuas de Andrew Jackson Davis adquiriram foros de ciência, no pensamento e nas experiências de Kardec. E dali a pouco os cientistas europeus, a começar dos ingleses, com William Crookes à frente, e a desembocas novamente na França, com Charles Richet e sua ciência metapsíquica, agitariam sobre o mundo em pânico a prova dos seus fantasmas.

Não fosse a serenidade druídica de Kardec, apoiada na maturidade cultural de Denizard Rivail, e as mesas-girantes não sairiam do plano da frivolidade. O mundo continuaria na sua doce rotina, e os homens dormiriam por mais alguns séculos na embriaguez da carne, tentando negar, como o bisturi e o telescópio, a sua natureza espiritual e a existência de Deus.

Sabemos, assim, quem foi Allan Kardec.

J. Herculano Pires, na introdução de Vida e obra de Allan Kardec (André Moreil, Edicel, 1986).

 

Conheça os livros da editora

correio fraterno 

 

carrinho

LANÇAMENTO

ex lio

J.W.Rochester revela com sua reconhecida veia literária os bastidores das paixões que rondam a vida de ciganos e saltimbancos no início da Era Moderna. Tudo gira em torno do Grand Circo Monteverdi, onde Rosalva viverá inesquecíveis desafios.

 

 

 

 Autora: Arandi Gomes Teixeira

Espírito J.W. Rochester

 

ISBN: 978-85-98563-97-8
16x23 cm
  496 páginas

 

R$ 39,90


 

Correio nas redes sociais


issuu-logocute-twitter-logo

logo-youtube

facebook