Área restrita para assinante do CLUBE CORREIO FRATERNO.



  • Narrow screen resolution
  • Wide screen resolution
  • Auto width resolution
Assinante do CLUBE

Assinaturas

assine_correio

Enquete

Você assina algum jornal ou revista espíritas?
 

Saiu no Correio


selo correio 50

 

Espaço do Leitor


Saiba
aqui como publicar seus textos no Correio Fraterno

 

Livro de Visitas

 

livro-de-visitas

Passatempo

Confira as respostas do  passatempo do jornal

Newsletter

Cadastre-se e receba as principais notícias

Campanha SORRIA

sorria_e_compartilhe_alegria

O amigo Jesus PDF Imprimir E-mail

apstolosPor Umberto Fabbri

A época do Natal tem o poder de trazer às nossas mentes a figura de Jesus, de recordarmos suas lindas histórias, não só contadas por parábolas que traduzem grandes ensinamentos, mas também e principalmente as vividas por ele, que marcaram para sempre nossos corações, com seus imorredouros exemplos de amor, bondade e amizade.
Muitas são as lições, entretanto, uma sempre se destacou aos meus olhos; a história de sua amizade com Judas Iscariotes, por representar plenamente o significado da verdadeira amizade, este sentimento nobre baseado no amor, carinho, respeito e cumplicidade que deveria nortear nossos relacionamentos de uma forma geral.
Judas foi um discípulo próximo, um amigo com quem generosamente dividiu seus ensinamentos e amor. E apesar de conhecer suas limitações e más tendências, nunca o afastou ou discriminou, ensinando, na prática, que a verdadeira amizade não se detém nos defeitos, mas sim na valorização das qualidades e potencialidades do ser amado, que necessita de auxílio e tempo, assim como as sementes, para germinar e florescer.
Deixando-se levar por suas ilusões políticas, Judas, mesmo não desejando efetivamente ferir o Mestre, o vendeu por trinta moedas. Logo após, assiste ao martírio de Jesus e desolado, culpando-se pelas consequências de seus atos, comete o suicídio, de certo, tentando aplacar a dor de sua consciência.
O quadro é triste, mas infelizmente banal. Amigos que se enganam e por conta do egoísmo ou vaidade, fazem escolhas erradas, que acabam por prejudicar quem amam.
Mas, se a história é comum, seu desfecho não poderia ser mais original e surpreendente. No livro Coração e vida, psicografado por Francisco Cândido Xavier, encontramos um relato em forma de poema trazido pelo Espírito Maria Dolores que narra o encontro de Jesus e Maria Madalena, quando o Mestre conta à jovem que ele havia ido em busca de Judas após seu suicídio. Diz o poema:
"Maria, um amigo não esquece a dor de outro amigo que cai. Antes de me altear a celeste alegria, ao sol do mesmo amor a Deus em que te elevas. Vali-me após a cruz, das grandes horas mudas, e desci para as trevas, a fim de aliviar a imensa dor de Judas."
O bom amigo Jesus, havia se deslocado, logo em seguida ao seu desencarne, à procura de seu amigo Judas, por quem nutria verdadeira afeição, além de lealdade ao ponto do altruísmo. Ficara ao seu lado, até que se acalmasse e adormecesse...
Agir como o Mestre pode parecer impossível, ou muito difícil, mas não nos esqueçamos de que ele é o modelo, o caminho, a verdade, a vida e de que não chegaremos a lugar algum enquanto não seguirmos seus passos e transformarmos nossas atitudes e sentimentos.
Neste Natal desejo a todos o Amigo Jesus, mas acima de tudo, desejo que nos tornemos amigos como Jesus, pois quando isto acontecer, nada mais nos faltará, a não ser a felicidade de todos, sem exceção.
Feliz Natal com Jesus!

 

472p

 Publicado no  Correio Fraterno - Edição 472  novembro/dezembro 2016

 

Conheça os livros da editora

correio fraterno 

 

carrinho

LANÇAMENTO

mesopotamia-capa
 

 Romance mediúnico clássico, em que o próprio rei assírio conta sobre seus enganos e arrependimentos três mil anos depois de ter levantado o maior império da Civilização Antiga.

 

 Autora: Dolores Bacelar

(Epírito Josepho)

 

ISBN: 978-85-98563-95-4
14 X 21 cm - 728 páginas 

 

R$ 39,90


Correio nas redes sociais


issuu-logocute-twitter-logo

logo-youtube

facebook